HOME SOBRE RESENHAS ESCRITAS CONTATO PARCERIAS

Só Por Hoje

Foto: Laura Matias


Hoje estou de férias. Só por hoje. Não me ligue, pois não atenderei. Não me mande mensagens, hoje eu não vou responder. Se quiser mesmo me ver, me encontre pessoalmente. Me dei férias, só por hoje.

Estou de férias da correria, do trânsito. Estou de férias da hipocrisia das pessoas que são obrigadas a conviver umas com as outras. Me dei férias da falta de amor e das coisas ruins. Estou de férias do barulho das buzinas dos motoristas irritados e do caos. Me dei férias dos compromissos que eu tenho. Hoje eu não vou me importar com nada. Estou de férias da importância dada à coisas inúteis.

Hoje, só por hoje, vou fazer o que  quiser. Ser quem quiser. Hoje eu estou de férias. As câmeras monitorando o mau-humor das pessoas que não respondem quando as desejo bom dia, essas câmeras não me virão hoje. Hoje, não.
Hoje eu só quero sorrisos verdadeiros vindos de pessoas verdadeiras. Quero pessoas de bem do meu lado. É só hoje. Quero estar de pé cedinho, tomar um café forte. Quero ir na praia e ver as ondas, ver as luzes distantes dos barquinhos brilhando no mar.
Esquecer que um dia existiram horários, meu relógio será o sol. Não quero correria. Ver toda a beleza que o mundo tem para mostrar. Quero tocar violão. Quero tomar sol. Quero surfar. Só hoje, tá?

Prometo que amanhã eu volto à rotina de entrar no elevador e não ser respondida ao dizer bom dia. A velha rotina de pegar um metrô lotado de pessoas vazias, enquanto fecho os olhos e ouço minha música no fone de ouvido.
A rotina de olhar para cima e em vez de céu, ver os prédios. A rotina de sonhar e sonhar e sorrir e ser feliz com o que tenho. A rotina de me perguntar quando chegarei lá.

Não estou com pressa. Tenho todo tempo do mundo. Não dizia naquela música que sou tão jovem? Pois bem. Estou traçando meu caminho, e de vez em quando eu tiro férias.
Não faz mal a ninguém descansar dos pensamentos e fazer uma pausa desse mundo. Não faz mal a ninguém deitar na areia e olhar o céu. Está tudo bem em tirar uma folga de vez em quando.
É só por hoje.

O dia em que eu não precisar mais dessas férias, saberei que cheguei na felicidade. E sempre tive a impressão de que a minha felicidade mora a muitos quilômetros daqui. Por enquanto eu sorrio para a minha vida, faço dela o melhor que ela possa ser. Só por enquanto, só por hoje.

2 comentários:

  1. Incrível texto! Tirar férias de pessoas que não sabem viver, seria um sonho? hahaha Arrasou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi <3
      Obrigada! Fico feliz que tenha gostado!

      Quem nos dera, né? haha

      Excluir

© Escritora por um acaso / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design / Ilustrações por: Kézia Martins
Tecnologia do Blogger.