HOME SOBRE RESENHAS ESCRITAS CONTATO PARCERIAS

À Espera de Quê?






O trabalhador espera a sexta-feira. 
O padeiro espera o pão assar. 
O escritor espera ver seu livro publicado.
O vendedor espera o cliente. 
O estudante espera as férias de verão. 
O surfista espera a onda perfeita. 
O amigo espera o outro no aeroporto. 
As pessoas esperam o ônibus. 

E de repente já é dezembro, já é natal,  já é ano que vem e nós ficamos esperando.

Nós esperamos tanto e a vida não espera. Ela passa e não tem pena de quem não a aproveitou. 
Passamos a vida toda esperando. Para que a pressa? A única certeza que temos para o futuro é a morte. 

Não há problema em esperar dias melhores, pois isso é o que fortalece. O problema está em esperar sempre. E se for hoje o melhor dia da sua vida? Como você saberia? 
Para uma pessoa que já está no fim da vida, será que ela se arrepende de ter esperado tanto e  não ter vivido o que estava a esperando lá fora?

Sempre há tempo. "Enquanto há vida há esperança", Certo? Enquanto há vida há tempo de ser feliz. Há tempo de parar de esperar tanto e viver o agora. Há tempo de abraçar seus pais. Há tempo de agradecer. Há tempo de dizer Eu te amo para quem você ainda não disse. Há tempo de sorrir para alguém. Há tempo de olhar o céu e de viajar. Há tempo de tirar uma fotografia. Há tempo de sonhar. Há tempo de ouvir a música que você tanto ama.  Há tempo de levantar da cama, sair do quarto e ver o quanto está lindo o dia lá fora, porque nem o mundo, nem o tempo e nem a vida vão esperar. A vida é o que acontece enquanto ficamos preocupados demais com o futuro.




6 comentários:

  1. Verdade! Lindo texto!


    www.bloggeucerqueira.com

    ResponderExcluir
  2. Verdade! Lindo texto!


    www.bloggeucerqueira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Géssica! Fico feliz que tenha gostado. Obrigada 💕

      Excluir
  3. Enquanto há vida há esperança! Certíssimo! Ontem fui ao velório de um grande amigo, que até o último suspiro teve esperança de sarar. Assim é a vida. Temos que viver cada momento com muita intensidade. Amei o post!!
    Beijos,
    Cidália.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cidália!
      Poxa, meus sentimentos.
      Mas tudo acontece na hora certa, mesmo que às vezes a gente não entenda isso. Concordo contigo que temos que viver até o último minuto de nossas vidas com esperança. E vou citar até um trecho de um texto que a minha amiga Vitória Abdalla escreveu. "Temos que ter esperança, mas não aquela esperança do verbo Esperar, e sim a esperança do verbo Esperançar. Não a esperança que dizemos "'espero que as coisas mudem"' "'espero que amanhã seja diferente"', e sim a esperança de chegar aonde queremos e lutar até aonde for possível para conseguir o que queremos"


      Beijinhos e obrigada por comentar <3

      Excluir
  4. "A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E, porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora. E, porque não olha para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas. E, porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão."

    "A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto ser visto. "

    "A gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar e se perde de si mesma."

    ResponderExcluir

© Escritora por um acaso / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design / Ilustrações por: Kézia Martins
Tecnologia do Blogger.