HOME SOBRE RESENHAS ESCRITAS CONTATO PARCERIAS

Os 33

(Imagem: Colunas Tortas)

Hoje eu acordei com mais medo do que ontem. Medo que eu veja mais uma noticia sobre uma mulher estuprada, mais uma noticia sobre uma mulher que fora agredida. Até quando vamos viver com medo? 
Hoje eu acordei me sentindo triste, em saber que pessoas são capazes de agir de tal maneira, de serem tão cruéis e desprezíveis. 
A luta não começou com essa menina de 16 anos, na qual teve seu corpo violado por 33 homens. A luta começou a muito tempo. Começou a anos atrás. Começou com aquela menina que a mídia não divulgou, com aquela menina que se escondeu, com medo de ser julgada, com aquela menina que morreu, após ser abusada. 
A luta começou com aquela mulher que foi agredida pelo marido, aquela que foi assassinada pelo ex namorado, aquela que foi assediada no ônibus. 
A luta, para nós mulheres, irá durar por muito tempo.
Porém, vivo na esperança que as coisas mudem, que possamos andar a noite sem medo, que possamos pegar um taxi sozinhas, com a plena certeza que chegaremos intactas em casa. 
Vivo na esperança que mais pessoas se juntem a nós, homens e mulheres, juntos pela mesma causa, assim como nos unimos em solidariedade por essa menina de 16 anos.
Independente de quem for a mulher, de sua cor, sua veste ou o lugar que frequente, nenhuma delas merece esse tipo de coisa. 
Hoje vamos orar por todas essas mulheres que já sofreram e que ainda sofrem e torcer, para que as coisas realmente mudem. 

Esse foi o texto de hoje. Um grande beijo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Escritora por um acaso / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design / Ilustrações por: Kézia Martins
Tecnologia do Blogger.