HOME SOBRE RESENHAS ESCRITAS CONTATO PARCERIAS

Livro Blog

Passei noites pensando em qual seria de verdade o primeiro post do blog.
E de tanto quebrar a cabeça, cheguei à conclusão de que irei postar um dos livros de minha autoria em capítulos para vocês acompanharem.
Eu acompanho um livro blog e achei essa ideia muito interessante para quem gosta de uma boa leitura ou para quem é iniciante como eu.
Muita calma... O blog não será em torno deste livro. Teremos outros assuntos abordados e tudo será normal como qualquer outro blog, porém para os fanáticos por leitura, terá um cantinho especial e vocês poderão desfrutar da minha história.

Sem muitas enrolações, segue aqui a imagem logo do meu livro que se chama Amor Inesperado.

Espero que vocês curtam a história.
Ah! Não se esqueça de deixar um comentário dizendo o que está achando da história.

Capítulo 1 O começo de uma longa jornada
- Sophie? Vamos logo! Você pode se atrasar - disse sua mãe.
- Já estou indo, mãe!
Sophie era uma moça de 22 anos de idade e pela primeira vez estava indo morar sozinha, estava indo ter sua vida independente, fazer faculdade e trabalhar em São Paulo. Para ela, aquilo era tudo muito incrível, nem ela mesma acreditara que o tempo passou tão rápido.
Sophie foi descendo as escadas com lágrimas escorrendo em seus olhos, quando de repente se deparou com um susto. É! Seu pai, muito brincalhão, deu-lhe um susto e com isso, conseguiu arrancar dela um leve sorriso.
Sophie colocou suas malas no porta-malas e sentou-se no banco de trás. Ao longo do caminho até o aeroporto, ela olhava pela janela do carro e via que estava deixando tudo aquilo para trás. Ela sabia que era por uma boa causa, ela precisava tentar uma vida melhor. E para isso, era necessário deixar os amigos, deixar sua família e começar tudo do zero.
Ao chegar ao aeroporto, logo ouviu:
Voo 270, voo 270, iremos decolar em 7 minutos.
Ela se despediu de sua família e de sua única amiga, Clarice, e foi em direção ao avião. Antes de entrar ela virou para trás e fez um sinal de tchau com uma lágrima no rosto.
Entrou no avião, sentou-se na janela, colocou seus fones de ouvido, e passou toda a viagem ouvindo músicas tristes e chorando, achando que tudo daria errado quando ela chegasse a São Paulo.

Quando o avião chegou em São Paulo e todos foram descendo, Sophie pegou suas malas e sentiu-se perdida. - O que eu vou fazer agora? Quem vai me ajudar? Onde eu estou? Para onde eu vou?
Quando ela desceu, começou a ficar super assustada, ela nunca havia ficado assim tão longe dos seus pais, ela não sabia o que fazer, para onde ir, o que comer.
Coisas como "O que você está fazendo aí? Vá embora!" predominavam sua cabeça. Ela olhava de um lado para o outro e não sabia o que fazer.
Ela foi até uma lanchonete e pediu pão de queijo com café. Quem sabe uma boa cafeína coloca seus pensamentos no lugar.
Quando Sophie estava prestes a terminar o lanche e levantar-se, um homem sentou em uma das cadeiras de sua mesa. Sophie levou um susto e chegou a cadeira um pouco para trás.
- Não se preocupe, não irei lhe fazer o mal - disse ele
Sophie preferiu não dizer nada. Apenas esperou que ele continuasse falando.
- Não me leve a mal, mas estava te observando e achei que você se enquadra bem no padrão de modelo fotográfica - continuou ele
- Agradeço, mas no momento não posso - rebateu ela
- Você é daqui de São Paulo? - perguntou
- Pareço ser? - perguntou Sophie desconfiada
- Não, por isso acredito que eu poderia lhe oferecer um emprego. Você parece meio perdida. Este é o meu cartão profissional, caso se interesse, me ligue. Estarei à disposição.
No mesmo instante, o homem misterioso levantou-se e deixou o cartãozinho perto de Sophie.
Ela precisou de uns minutos para entender a situação. Ficou olhando o cartão como se procurasse algo que ali não tivesse. Ela parecia pensativa.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Escritora por um acaso / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design / Ilustrações por: Kézia Martins
Tecnologia do Blogger.